Fundos

O que é o Come-Cotas?


Come-Cotas é um termo utilizado para  definir a antecipação do recolhimento  do imposto de renda em algumas modalidades de investimento. Certamente quem investe em  fundos classificados como de longo ou curto prazo, como renda fixa, cambiais e multimercados, já se deparou com esse tributo.

Diferentemente da grande maioria dos investimentos, onde só se paga o imposto relativo ao resgate da aplicação, nesses tipos de de fundos, se paga uma parte do imposto de forma antecipada e uma parte no resgate da aplicação. 

Quando esse imposto incide sobre meus rendimentos?

O funcionamento do come-cotas é simples, sendo deduzido a cada seis meses. Ele sempre é realizado no último dia útil dos meses de maio e novembro. Como ele não depende da interferência do investidor, acompanhando seu extrato nessas datas você poderá verificar a alteração em suas cotas de investimento.

Esse é justamente o motivo pelo qual ele recebe esse nome. No come-cotas o imposto é  deduzido diretamente das cotas do investidor. Assim, quando chega a época do come-cotas, é feito o cálculo de quanto o investidor deveria pagar de IR sobre os ganhos das aplicações naquele período e então isso é proporcionalmente deduzido das suas cotas. 

Fundos sujeitos ao come-cotas

Como já foi dito, o come-cotas não incide sobre todos os tipos de fundos de investimentos. Esse processo acontece apenas com fundos que são classificados como curto prazo ou longo prazo, dessa forma, os fundos de ações estão livres do come-cotas. Por outro lado, nos fundos de renda fixa e multimercados, muito conhecidos por parte dos investidores, existe o come-cotas. 

Alíquotas do Come-cotas

O come-cotas sempre irá incidir sobre a menor alíquota de imposto de renda  de cada tipo de fundo. Por exemplo, para os fundos de curto prazo, a cobrança semestral é de 20% em relação aos rendimentos, já para os de longo prazo o valor a ser considerado será de 15%.

No momento de resgatar o fundo, há o cálculo de compensação referente à diferença de alíquotas de acordo com o período de investimento.

Também vale a pena lembrar que a alíquota incide apenas sobre o rendimento neste  período, dessa maneira apenas a valorização do dinheiro aplicado será atingida, não o total  investido.

 

Saiba mais sobre come-cotas assistindo ao nosso vídeo educacional.

 

Compartilhe esse artigo: